Topo

Topo

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Organizadores do 1º Moda e Negócios em Santa Cruz do Capibaribe esperam movimentar R$ 10 milhões

Com 124 empresas expositoras, o 1º Moda e Negócios do Agreste Pernambucano iniciou nesta quinta-feira (27), com a maior expectativa por parte dos empresários da cidade e região. A cidade de Santa Cruz do Capibaribe sedia o evento, que é desenvolvido pela Câmara Setorial dos representantes da confecção, da CDL local, com organização da Máximo Consultoria.

 De acordo com os organizadores do evento, são esperados um volume de negócios em R$ 10 milhões. O diretor de desenvolvimento e empreendedorismo da CDL Santa Cruz do Capibaribe, Bruno Bezerra, destaca a importância do evento. “O 1ºI Moda e Negócios é um importante evento que de fato oferta oportunidade de negócios para o Polo de Confecções do Agreste. No mar de negativismo que afoga o Brasil, a inovação e a ousadia empreendedora criam a energia positiva necessária para colocar a máquina para moer, fazendo acontecer bons negócios”, explicou.


O evento recebe compradores de todo Brasil. Esses clientes em sua maioria são atacadistas que já compram vestuários produzidos em Santa Cruz do Capibaribe e todos vieram a convite dos representantes que são ligados a CDL da cidade. O 1º Moda e Negócios segue até este sábado (29) e está sendo realizado no Centro Esportivo Pele Bronzeada.





CDL parabeniza a todos os lojistas pelo seu dia





quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Abertura do 1º Moda e Negócios

O 1º Moda e Negócios de Santa Cruz do Capibaribe teve início na manhã desta quinta-feira (27) e contou com a presença de todos os confeccionistas expositores, ao todo 124 empresas, autoridades do município, como o prefeito Edson Vieira, Diretores da CDL, Vereadora Narah Leandro, representando a Câmara de Vereadores e o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Bezerra.

Dando início aos trabalhos do 1º Moda e Negócios de Santa Cruz do Capibaribe, o presidente da CDL local, Valdir Oliveira, destacou a importância do evento para a cidade. “Eu fico muito satisfeito em ver esse evento ser realizado aqui. Através da nossa Câmara dos representantes, conseguimos, com muito esforço, promover este evento”.



O prefeito enfatizou a garra dos empresários santa-cruzenses. “Nós sabemos que estamos passando um momento de crise no Brasil, e ver em nossa cidade um evento como este, enquanto gestor público não poderia deixar de apoiar. Temos a satisfação de receber clientes de todos os Estados do País. Enquanto está todo mundo falando de crise, nós estamos remando contra ela. Isso é fruto de um trabalho do povo empreendedor da nossa cidade. Parabenizar a CDL e todos os envolvidos neste belo evento”, destacou Edson Vieira.








terça-feira, 25 de agosto de 2015

SPC Brasil ajuda a descobrir se consumidor é consciente

Fonte: Ascom SPC Brasil

Você desliga o chuveiro para se ensaboar no banho? Só dorme ou sai de casa depois que retira todos os aparelhos da tomada? Jamais compraria um produto pirata mesmo que o preço seja bastante atrativo? Uma pesquisa recente realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) mostra que a maioria dos brasileiros reconhece a importância de consumir de forma consciente, mas nem todos praticam, individualmente, ações colaborativas para a vida em sociedade. De acordo com o levantamento, apenas dois em cada dez consumidores (21,8%) podem ser considerados "conscientes".

Para ajudar os internautas a identificarem se são consumidores conscientes, o portal ′Meu Bolso Feliz′, uma iniciativa de educação financeira do SPC Brasil, desenvolveu um teste que avalia o nível de engajamento e as práticas responsáveis dos brasileiros na hora de consumir. As perguntas do questionário englobam as três grandes dimensões que compõem o conceito de consumo consciente, como as atitudes financeiras, avaliando as habilidades dos consumidores para lidar com os apelos do consumismo; as práticas ambientais, que investiga a disposição do consumidor para minimizar o impacto do consumo no meio ambiente; e as atitudes para engajamento social, que levam em consideração se o consumidor analisa as consequências de suas ações na sociedade e incentiva os outros a procederem de maneira responsável.

“O objetivo do teste é fazer o brasileiro refletir sobre o impacto que as suas atitudes de consumo tem na sociedade, de maneira que ele possa revê-las e mudar os seus costumes inadequados”, explica o educador financeiro do portal ‘Meu Bolso Feliz, José Vignoli.

O teste divide os consumidores em três categorias distintas, de acordo com a intensidade da prática dos comportamentos considerados adequados: ‘consumidores conscientes’ – que apresentam frequência de atitudes corretas acima de 80%; ‘consumidores em transição’ – cuja frequência varia entre 60% e 80% de atitudes adequadas, e ‘consumidores nada ou pouco conscientes’ – quando a incidência de comportamentos apropriados não atinge 60%.  

Para descobrir em qual categoria o consumidor se enquadra, ele deve responder ao teste com questões múltiplas disponível no portal ‘Meu Bolso Feliz’ no link http://meubolsofeliz.com.br/teste/consumo-consciente.

Dicas para se tornar um consumidor consciente:

1. De olho nas compras

Um passo importante na hora de se tornar um consumidor consciente é pensar antes de comprar e, consequentemente ficar longe das armadilhas do consumismo. “Aqui, podemos citar alguns inimigos do seu dinheiro: vaidade, crédito, propaganda, status, ansiedade e crédito fácil”, diz Vignoli. Por isso, vale ficar atento às dicas abaixo e, a partir delas, se policiar antes da próxima compra:

– Sempre pesquise preços antes de adquirir algo novo.
- Não tenha vergonha de pechinchar;
- Compre produtos originais e evite promoções tentadoras;
- Não use o cheque especial ou cartão de crédito para comprar o que não cabe no seu orçamento;
- Não encare compras ou passeios no shopping como lazer;
- Quando se deparar com uma promoção, pergunte-se se precisa mesmo daquilo;
- Programe as compras de supermercado e chegue ao local com uma lista de compras;
- De preferência à qualidade e durabilidade do produto e não apenas a marca que ele carrega.

2. Use o telefone com moderação

Também faz parte das atitudes do consumidor consciente saber usar o  telefone fixo e o celular com moderação. Entre as práticas que devem ser adotadas estão controlar a conta visando economia e falar apenas o necessário, deixando conversas importantes para serem feitas pessoalmente. Aqui, vale usar aplicativos sem custo como o whatasapp e avaliar se não vale a pena ter mais de um chip e aproveitar diferentes promoções das operadoras.

3. Fique atento aos sinais do meio ambiente

Já é altamente difundido que precisamos cuidar do planeta, certo? Junto a isso, empresas têm adotado iniciativas e atitudes como não gastar papel para impressão e usar menos o carro tem feito muito sucesso. Para garantir um consumo consciente e voltado ao meio ambiente, fique atento:

– Ao invés de jogar fora aquilo que não quer mais, doe;
- Invista em atividades ao ar livre;
- Dê preferência a produtos que tenham a embalagem reciclável;
- Consuma frutas da época, mais saudáveis e mais baratas;
- Separe o lixo para reciclagem;
- Analise a procedência e atividades de fabricantes e marcas antes de adquirir algo.

4. Use a água e a energia elétrica com sabedoria

Ainda respeitando o meio ambiente, é necessário cuidar e respeitar bens finitos como a água e a energia. Por isso, adote atitudes como:
– Fechar a torneira enquanto escova os dentes, faz a barba, toma banho ou lava a louça;
- Use a máquina de lavar sempre em sua capacidade máxima;
- Apague as luzes de ambientes que não estão sendo usados;
- Prefira lâmpadas econômicas;
- Verifique a quantidade de energia que um eletroeletrônico gasta antes de comprá-lo;
- Tire aparelhos da tomada quando não estiverem sendo utilizados;
- Convide todos da casa para assistir TV no mesmo cômodo;
- Controle as contas mês a mês visando economizar.
5. Mobilize as pessoas à sua volta
Com tudo isso em mente, é a hora de mostrar aos outros que ser um consumidor consciente faz bem para todo mundo e aprender a ir além e dar mais um passo rumo ao consumo 100% consciente. Para isso:
– Incentive as pessoas de casa a seguirem seus passos e passe mais tempo com a família e amigos;
- Pense e aconselhe os outros a pensarem de forma consciente;
- Invista no consumo colaborativo, troque peças, empreste e alugue;
- Não jogue alimentos fora.

Dica SPC Brasil


Para ser agradável, a abordagem aos clientes deve ser sutil.
Isso significa que sua equipe de vendedores não precisa pressionar quem entra na sua loja a comprar, mas sim estar sempre a postos para responder as dúvidas e mostrar as opções disponíveis para o perfil dos clientes.

Faltam 2 dias para o 1º Moda e Negócios

De 27 a 29 de agosto, Santa Cruz do Capibaribe vai vivenciar um dos maiores eventos da cidade. É que a CDL, através da Câmara Setorial de Representantes Comerciais da Confecção, está organizando o 1º Moda e Negócios, Rodada de Negócios que vai aquecer a economia do Polo de Confecções.


Serão três dias de evento, onde o Centro Esportivo Pele Bronzeada vai se tornar em um ambiente propício para uma interação entre confeccionistas e empresários de todo Brasil. Você vai acompanhar todos os flashes e toda movimentação aqui no Blog da CDL.


segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Fique de olho nas vagas de emprego que a Agência do Trabalho oferece em Santa Cruz do Capibaribe

- Cortador de roupas
- Estampador de tecido
- Costureira (o)
- Auxiliar de cozinha
- Gerente de loja
- Auxiliar de pessoal
- Gerente de produção
- Engenheiro civil

Rua Maestro Alexandre, 93, Nova Santa Cruz. Telefone: 3731-3006

Quais as apostas do varejo contra a crise?

Fonte: Meio e Mensagem

Entre os dias 7 e 22 de julho, a Associação Brasileira da Indústria, Equipamentos e Serviços para o Varejo (Abiesv) realizou pesquisa com 386 empresas varejistas para descobrir como elas têm enfrentado a crise econômica que impacta o consumo da população.
Para mais da metade dos entrevistados - entre os quais estão marcas como Renner, Pernambucanas, Hering e Riachuelo – a principal atitude tomada contra a crise é investir em ações de marketing. Esta foi a saída apontada por 56% da mostra e inclui investimentos em publicidade e propaganda (16,9%), eventos (15,3%), promoções (13,8%), reduzindo preço (7,6%) e ampliando condições de pagamento (3%).
Na sequência, mencionadas por 43% das empresas, estão ações relativas à gestão, como melhoria de processos administrativos internos (27,7%), treinamento de pessoal (12,3%) e investimento em tecnologia da informação (3,3%).
Segundo Julio Takano, presidente da Abiesv, os resultados do estudo mostram que o setor não está paralisado, mas vê o cenário com expectativa. A redução de vendas é a queixa da maioria dos varejistas (64%), seguida da inadimplência (26%) e, por fim, o fato de terem de reduzir o quadro de funcionários (4,8%).
Para 40,5% dos varejistas ouvidos pela Abiesv, a crise deve durar entre seis meses e um ano.

sexta-feira, 21 de agosto de 2015


Aos poucos a crise vai ficando para trás

Receita do setor de serviços tem alta de 2,1% no mês de junho

Fonte: Folhape

O setor de serviços teve um crescimento de 2,1% em sua receita nominal em junho deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. A receita nominal não leva em conta os efeitos da inflação no período. A taxa é superior à de maio deste ano, que registrou alta de 1,1%, e à de abril, que teve avanço de 1,7%. O crescimento de junho é o mais baixo para o mês desde o início da série histórica em 2012.

De acordo com dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta terça-feira (18) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o segmento acumula avanços de 2,3% no acumulado do ano e de 3,5% no período de 12 meses. Entre os subsetores, a principal alta no mês de junho foi observada nos serviços profissionais, administrativos e complementares (5,9%), seguida pelos transportes, serviços auxiliares do transporte e correio (4,4%). Os outros serviços também apresentaram crescimento (0,4%). Os serviços prestados às famílias mantiveram-se estáveis, enquanto os serviços de informação e comunicação tiveram queda de 1,7%.

Na análise regional, as maiores altas foram registradas nos estados de Rondônia (15,9%), Alagoas (8,0%) e Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina (todas com 7,4%). Já oito estados tiveram queda na receita: Rio de Janeiro (-5,7%), Paraíba (-4,6%), Amapá (-4,3%), Maranhão (-2,9%), Rio Grande do Norte (-1,5%), Amazonas (-0,6%), Distrito Federal (-0,5%) e Bahia (-0,2%).

Santa Cruz do Capibaribe tem bons profissionais

Santa Cruz do Capibaribe tem bons profissionais em todas as áreas. Hoje eu quero destacar o trabalho da arquiteta Priscilla Jataí, que tem desenvolvido um ótimo trabalho em sua área. Quando se contrata profissionais qualificados, os resultados não podem ser diferente, os quais você pode conferir nas imagens.

Confiança do empresário industrial fica estável em agosto, diz CNI

Fonte: Agência Brasil

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou hoje (19) o Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei), que ficou estável em agosto, com 37,1 pontos, em relação a julho.

A entidade informa que o indicador está 18,6 pontos abaixo da média histórica e 9,4 pontos inferior ao de agosto de 2014. O índice varia de 0 a 100 pontos. Pelos critérios da CNI, valores abaixo de 50 indicam falta de confiança dos empresários.

Na avaliação da entidade, o pessimismo dos empresários está disseminado por todos os segmentos da indústria, independentemente do segmento ou da região. De acordo com a CNI, entre os segmentos industriais, o de transformação está com a maior falta de confiança, com 36,8 pontos em agosto. O segmento da construção registrou 37,3 pontos e a indústria extrativa, 40,2 pontos. Em relação ao porte das indústrias, as pequenas sinalizaram 35,8 pontos, as médias, 36,8 pontos, e as grandes, 37,8 pontos.

O indicador em relação às condições atuais e aos próximos seis meses ficou abaixo de 50 pontos. Enquanto o indicador de condições atuais registrou 28,1 pontos, ante os 27,6 pontos de julho, o de expectativas em relação aos próximos seis meses ficou com 41,5 pontos, quando no mês anterior foi 42 pontos. Foram ouvidas, entre 3 e 13 de agosto, 3.088 empresas de todo o país. Dessas, 1.224 são pequenas, 1.155 médias e 709 de grande porte.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

CDL oferece curso na área de Gestão da Inovação

O curso de Gestão da Inovação é um curso super atual e moderno que chega à CDL de Santa Cruz do Capibaribe, através de uma parceria com o SEBRAE e SENAC, com o propósito de trazer inovações para a carreira dos profissionais que ocupam cargos de gestão e visam ampliar sua área de conhecimento, além de saírem da tão temida zona de conforto.


Os participantes do curso terão oportunidades de entender como implantar o processo de inovação dentro da empresa de modo que o mesmo vai abranger as áreas da competitividade, processo de gestão, boas práticas empresariais e como avaliar se o processo está dando certo dentro da empresa.

O curso vai acontecer de 14 a 18 de setembro, das 19 às 22 horas na CDL. Os sócios da CDL pagam apenas 60 reais e os não sócios 85. Mais informações, você pode ligar para (81) 3731-2850 e falar com Sandra Batista, ela que é consultora de eventos da CDL.


Empresários que irão expor no Moda e Negócios recebem treinamentos

Uma palestra sobre como atender bem e alavancar as vendas foi oferecida em mais uma reunião de ajuste para o 1º Moda e Negócios, que vai acontecer entre os dias 27 e 29 de agosto, próxima semana, em Santa Cruz do Capibaribe. A promoção é da CDL local e desenvolvida pela Câmara Setorial de Representantes da Confecção.  


Os confeccionistas expositores do evento estiveram reunidos em mais um encontro para tirar dúvidas e, na oportunidade, o consultor Adilson Silva, palestrou para o público presente, sobre técnicas de vendas.

Inflação deve ficar menor em agosto e setembro, diz Miriam Leitão

Fonte: G1 - Bom dia Brasil


A inflação cedeu um pouco em agosto, mas ainda está alta. Conversei nesta quarta-feira (19) com o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. Dessa conversa saiu uma boa notícia sobre a inflação. 

Confirmando isso aí que está na nossa reportagem, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, me disse que em agosto a inflação vai ficar menor. Isso está confirmado pelas coletas feitas por instituições financeiras. Elas fazem coletas de preços para tentar simular o que vai acontecer com a inflação e já apontam uma inflação muito baixa em agosto. Normalmente, isso começa a acontecer a partir de junho. Neste ano, foi adiado esse bom momento da inflação. Então vem em agosto, setembro, e a inflação deve ficar menor.

O acumulado dos 12 meses continua muito alto e o presidente do Banco Central disse que permanecerá alto apesar desse alívio em agosto. Mas ele disse que o começo do ano que vem será de queda forte na inflação no acumulado de 12 meses. Vai sair, segundo o Alexandre Tombini, de 9% para alguma coisa abaixo de 6%. Ele fala ‘cinco alto’, ou seja, cinco vírgula um número mais alto.


Mas essa queda da inflação, que está prevista para o ano que vem, já está nas expectativas dos economistas que são consultados pelo Banco Central. Eles estão prevendo uma inflação que chega no final do ano em cinco e alguma coisa. O Tombini acha que a inflação termina 2016 em 4,5%, tomara que ele tenha razão.

Recessão e PIB
Nesta quarta-feira (19), saiu um número muito ruim de 1,89% de retração no segundo trimestre. E o presidente do Banco Central pensa diferente do mercado. Ele acha que o ano que vem não vai ser negativo. Ele disse que as exportações vão puxar o PIB. Não vai ter crescimento, mas não será negativo no ano que vem. Ele está dizendo que neste momento, nós estamos no pior momento. Nós estamos no vale. Ele falou que o país está fazendo uma curva em “U”. Caiu o crescimento, está lá embaixo, e volta a subir. Esse, segundo ele, é o pior momento, em que o país sente todas as dores do ajuste da economia, mas não sente os benefícios, que só virão mais tarde.

Trecho da PE-160 em Santa Cruz do Capibaribe sofrerá interrupção no tráfego


Em virtude das obras da duplicação da PE-160 que receberá a intervenção de explosivos no perímetro conhecido por “Volta do Serrote”, localizado na entrada de Santa Cruz do Capibaribe, a Secretaria de Defesa Social e Mobilidade Urbana do município afirma que no próximo sábado (22) o tráfego da via será interrompido no horário das 9h às 10h.

Com isso, a população deverá evitar passar no local durante o horário. A ação será realizada por motivo de segurança, devido as fortes explosões no local.